sexta-feira, 20 de janeiro de 2017

Brasília, a CAPITAL FECARAL do Brasil com certeza está em festa! - Morreu Teori Zavascki.

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Teori Zavascki, morreu nesta quinta feira dia 19 de janeiro de 2017 em um acidente de avião próximo à cidade de Paraty (RJ), era relator da Operação Lava-Jato, que investiga casos de corrupção e lavagem de dinheiro envolvendo os maiores partidos políticos e empresas do Brasil.

O Congresso Nacional que congrega a maior quadrilha de ladrões do país o odiava. Os bandidos que colarinho branco que são infinitamente mais perigosos que os líderes de facções dentro dos presídios tinham mais medo de Teori que o Diabo de Cristo.

Era um advogado imparcial, mesmo quando foi indicado pela então presidente Dilma para ser ministro do Supremo, foi frio como uma lápide ao analisar as denúncias infundadas que contra ela pesava.

Também era temido e odiado pelas grandes empreiteiras que junto com a escória política brasileira ajudam a sangrar o país.

Aécio Neves está feliz e DOPADO É CLARO, de amor! 
Cid Gomes está feliz COM SEUS BOFES, falo das partes moles!
Educado Cunha com certeza esta SE MASTURBANDO NA CADEIA.
Renan Calheiros DESTA VEZ APLICARÁ UM DREAD.
E Temer, ah esse talvez até consiga "dar umazinha" hoje".

Todos esses seres imundos estão na lista de Teori.

Deus definitivamente não é brasileiro.

Confira as principais ações de Teori Zavascki como relator da Operação Lava-Jato:

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Teori Zavascki, morto na quinta-feira em um acidente de avião próximo à cidade de Paraty (RJ), era relator da Operação Lava-Jato, que investiga casos de corrupção e lavagem de dinheiro envolvendo os maiores partidos políticos e empresas do Brasil.

EM maio de 2014 começa a relatar a Operação Lava-Jato e opta por manter presos 11 investigados na operação. Ordena o envio dos inquéritos ao STF por suposto envolvimento de parlamentares.

Em fevereiro de 2015 autoriza a abertura de inquérito para investigar parlamentares citados em depoimentos na Operação Lava-Jato e afirma que não há indícios de envolvimento da então presidente da República, Dilma Rousseff.

Março de 2015: Autoriza a abertura de inquérito, com base em pedido da Procuradoria Geral da República para investigar 49 pessoas — das quais 47 políticos — suspeitas de participação no esquema de corrupção na Petrobras revelado pela Operação Lava-Jato. Entre os nomes que serão investigados, 32 políticos são ou foram membros do PP, 7 são do PMDB, 6 do PT, 1 do PSDB e 1 do PTB.

Setembro de 2015: Nega, em caráter liminar (provisório), a revogação da prisão do ex-diretor da Área Internacional da Petrobras, Nestor Cerveró, preso preventivamente desde janeiro de 2015.

Outubro de 2015: Nega o pedido liminar (urgente) de liberdade provisória do empresário Adir Assad. Decreta a quebra de sigilo fiscal e bancário dos advogados Michel Saliba e Fernando Neves, contratados pelo ex-deputado João Pizzolatti (PP-SC), investigado na operação.
Dezembro de 2015: Mantém a prisão do Delcídio do Amaral e solta o banqueiro André Esteves, que passou para prisão domiciliar. Autoriza a quebra do sigilo fiscal e bancário do presidente do Senado, Renan Calheiros, suspeito de envolvimento em fraudes na contratação de consórcio Estaleiro Rio Tietê pela Transpetro em 2010.

Março de 2016: Homologou a delação premiada do senador Delcídio do Amaral e autorizou a abertura de um terceiro inquérito contra o presidente da Câmara, deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), no âmbito das investigações sobre o esquema de corrupção na Petrobras.

Decide encaminhar todas as investigações envolvendo o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para o juiz Sérgio Moro, da 13ª Vara federal de Curitiba.

Maio de 2016: Afasta Eduardo Cunha do mandato de deputado na Câmara.

Junho de 2016: Determina o arquivamento do inquérito contra o deputado Júlio Delgado (PSB-MG), investigado na Lava-Jato.

Agosto de 2016: Arquiva inquérito contra o presidente do Senado, Renan Calheiros.

Setembro de 2016: Autoriza a abertura de inquérito contra a presidente afastada, Dilma Rousseff; o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva; dois ex-ministros do governo da petista (Aloizio Mercadante e José Eduardo Cardozo); o presidente do Superior Tribunal Justiça (STJ), Francisco Falcão; e o ministro do mesmo tribunal Marcelo Navarro Ribeiro Dantas.

Outubro de 2016: Indefere o pedido de liminar em reclamação da defesa de João Cláudio Genu, condenado no Mensalão (Ação Penal 470) e preso preventivamente na Operação Lava-Jato, por ordem do juiz Sérgio Moro.

Novembro de 2016: Nega o pedido da defesa do empreiteiro Marcelo Odebrecht para suspender um habeas corpus que o próprio réu preso e condenado na investigação havia aberto.

Dezembro de 2016: Nega um recurso apresentado pela defesa de Eduardo Cunha, que pedia revogação da prisão preventiva do deputado cassado, preso em outubro.

quinta-feira, 12 de janeiro de 2017

Governo Temer, 120 dias de ataques ao povo brasileiro.

Fazia tempo que não dava uma olhadinha na página do governo federal. Sempre faço isso; vejo as página da Prefeitura de Fortaleza, da Câmara de Vereadores, da Assembleia Legislativa e também do Congresso Nacional. Em tais lugares tudo é perfeito, tudo é lindo e maravilhoso; suas administrações são sinônimo de grandeza, entusiasmo, dinamismo, competência e transparência; SÓ QUE NÃO!

Brevemente estaremos fazendo uma análise das situações nas quais os prefeitos (as) eleitos(as) encontraram as prefeituras. Falaremos também das grandes mentiras ditas pelo prefeitinho playmobil  de Fortaleza durante a propaganda eleitoral e que  garantiram sua reeleição.     

Voltando ao Planalto vejo o seguinte banner bem no timbre da página:

É, realmente é muita coragem, cara de pau e completo desrespeito fazer o que está fazendo a quadrilha que tomou conta do planalto e que mantém as rédeas dos parlamentares inimigos do povo brasileiro no congresso nacional.

Nesses 120 dias pós golpe parlamentar podemos elencar algumas das tragédias e ataques ao povo mais pobre do Brasil e a nação não propriamente dita.

Temer acumula medidas contra a população, mantém no primeiro escalão do governo ministros corruptos, patrocina trapalhadas na política externa, fomenta ataque às mulheres e aos diretos humanos , além de discursos contraditórios na economia.
Além disso, Michel Temer esta trabalhando arduamente para desmontar o Estado Brasileiro, preparando o terreno para vender estatais e as riquezas do País, além de cortar direitos dos trabalhadores.
Veja abaixo algumas propostas de retirada de direitos:


Estatuto das estatais é sancionada como lei 13.303/2016

A PLS 555 que tramitava no Senado foi sancionada pelo presidente da república como lei 13.303/2016. A pressão feita pelos sindicatos conseguiu avanços importantes, como a retirada da transformação imediata de todas as estatais em sociedade anônima.
Porém, isso não significa que tenham desistido da política de privatização. A lei 13.303 já define regras de mercado na gestão das empresas estatais, como forma de preparar o terreno para a privatização total destas empresas.
Além disso, está claro a intenção da venda de capital das empresas. Podemos observar isso no argumento do veto à cláusula que obrigava a venda de 25% das ações das empresas no prazo de 10 anos, pois isso poderia obrigar a fechar o capital de algumas empresas.

Arrocho dos gastos estaduais como moeda de troca da renegociação das dívidas dos estados: Proposta de Lei Complementar – PLC 257

O governo Dilma aproveitou o momento de crise financeira para encaminhar uma proposta de renegociação das dívidas dos estados. A contrapartida dos governos estaduais é congelar os gastos por dois anos. Isso quase impossibilita o aumento salarial acima da inflação e novos concursos públicos. O governo Temer está dando andamento a essa proposta em regime de urgência.

20 anos de retrocesso. Congelamento dos gastos do Estado, fim de concursos públicos e negociações salariais: Proposta de Emenda Constitucional – PEC 241

O governo Temer pretende congelar por 20 anos os gastos com saúde, educação, funcionalismo público e outras demandas sociais. Isso quer dizer que, mesmo que o PIB aumente, os investimentos nessas áreas não irão crescer. Se antes o orçamento destinado a essas áreas era vinculado ao PIB, agora será apenas ajustado à inflação do período.
Desta forma, os recursos de 2017 serão os mesmos de 2016, acrescidos da inflação. Nesta lógica, os salários ficam congelados à inflação do ano anterior, novos concursos públicos não serão permitidos (pois isso aumentaria os gastos), e não será possível a melhoria dos serviços a nível federal, estadual e municipal.
Como proposta para a saúde, o governo propõe um “plano de saúde social”, isso é, obrigar a toda a população a pagar um plano de saúde privado, mesmo que precário, como passo fundamental para a extinção do serviço gratuito de saúde. Na educação, os recursos já vem sendo cortados, com restrições nas bolsas de faculdade e o aumento da elitização das universidades.
Redução salarial, uma proposta que veio para ficar – PPE 

PPE (programa de proteção ao emprego, que só protege o empresariado) é a lei que reduziria salários e supostamente daria garantia de estabilidade no emprego. Foi proposta pela CUT/CTB, conjuntamente com outras centrais sindicais e acatada imediatamente pelo governo Dilma.
Essa lei reduziu os salários, mas não garantiu os empregos, apenas o aumento no lucro dos patrões. Agora o atual governo vai perpetuar essa medida e torna-la permanente. Nas campanhas salariais precisaremos lutar por reajustes salariais, mas também contra a redução de salários.

Desmonte da previdência pública... A regra agora é trabalhar até morrer

O governo Temer pretende definir a idade mínima de 65 anos para a aposentadoria. Desta forma, iguala a idade de homens e mulheres, não permite aposentadoria por tempo de serviço ou contribuição e elimina a aposentadoria especial de professores (na dos militares não irá mexer). E não pretendem parar por aí: devem aumentar progressivamente a idade mínima para aposentadoria até chegar aos 70 anos de idade!
As trabalhadoras conquistaram o direito de se aposentarem mais cedo quando conseguiram comprovar que trabalham cerca de 5h a mais por semana nas tarefas de casa. E hoje o presidente Michel Temer, que se aposentou aos 55 anos e recebe mais de R$30.000,00 mensais, quer impor esse retrocesso.
22% da população brasileira morre antes dos 65 anos. Portanto, pelo menos 1/5 dos trabalhadores não terão acesso à aposentadoria. Os trabalhadores de Pernambuco, Sergipe e Pará tem expectativa de vida de 68 anos, e os de Alagoas e Maranhão tem de 66 anos. Nesses estados, portanto, praticamente não haverá previdência.

MP da morte. A medida provisória 739 

Os aposentados por invalidez e quem estiver afastado por auxílio-doença já viram seu direito sendo dilapidado. O governo já impôs, por medida provisória, mecanismos para cessar os benefícios. Determinou um limite de 120 dias do auxílio-doença, sendo obrigatório o retorno ao trabalho depois deste tempo. Para os aposentados por invalidez, determina que podem ser convocados a qualquer momento para reavaliação, que podem ser feitas, inclusive, por mutirões periciais.
Os peritos receberão por produtividade, e, desta forma, tendem a dar pareceres de aptos. Assim, ampliarão as fileiras de desempregados desassistindo vários trabalhadores sem condição de retorno às atividades laborais.

O fim da CLT 

As federações das indústrias já apresentaram sua principal reivindicação: acabar com a CLT. O mecanismo é fazer com que os acordos negociados diretamente entre patrão e trabalhador valham mais que o definido em lei.
Este ataque, chamado "negociado sobre o legislado", permitirá a retirada de direitos como férias, salário mínimo, 13º salário, descanso semanal remunerado, FGTS, jornada de trabalho, banco de horas, licença paternidade dentre outros.

Libera geral da terceirização

Se não bastasse acabar com a CLT, o governo quer, também, transformar todos os trabalhadores em terceirizados. Esse projeto pretende permitir a terceirização em qualquer parte da produção, inclusive no serviço fim. A consequência é que não haverá interesse, por parte do empregador, em contratar diretamente, uma vez que os terceirizados tem menos acesso a direitos e a média salarial menor.
Os números da terceirização são impressionantes: esses trabalhadores trabalham 3h a mais por semana, recebem 24,7% a menos, ficam 2,6 anos a menos no emprego, são vítimas de 80% dos acidentes fatais no trabalho e 90% daqueles que são resgatados em trabalho análogo ao escravo. Essas são as condições de trabalho que querem generalizar.
Vamos lutar, junto com os trabalhadores terceirizados, contra a terceirização do trabalho!


Só a luta pode barrar a retirada de direitos

Para fazer frente a esses e outros ataques não basta trocar um governante por outro. Nossa classe está sendo atacadas em seus direitos mais básicos, acesso a previdência, saúde  e educação. Estão tentando impor achatamento e reduções salariais.
Se nos atacam enquanto classe trabalhadora, nossa resposta deve ser dada também enquanto classe. Só uma grande e ampla mobilização das diversas categorias, que interrompa a produção e a circulação de mercadoria de norte a sul deste país pode interromper esses ataques.

E isso é só o começo. Antes do deixar o governo mais ataques virão contra o povo brasileiro, pelo menos para o povo que mais precisa, ou seja nós!

quinta-feira, 29 de dezembro de 2016

" Cidadãos de bem" assassinos.

Senhores e senhoras, o miolodohenrique é um espaço para expor ideias; é um espaço de denúncias; é um espaço para reflexões.

Divulgamos nesta ocasião, uma breve análise feita pelo professor Leandro Karnal, de mais um crime ocorrido na cidade de São Paulo, onde dois " jovens cidadãos de bem" tentam agredir um travesti e como não conseguem, perseguem e agridem até a morte um homem que tentou defendê-lo.    
   
"Dois homens agrediram travestis. Um ambulante defendeu as vítimas e foi espancado até a morte, em pleno metrô de SP. Detalhe importante: Chutaram o homem muito e depois de alguns segundos, voltaram para chutar mais. Não foi apenas um impulso, um momento, mas um ódio estrutural. Ate aí, infelizmente, crimes de transfobia e de ódio são muito frequentes. Pouco há a acrescentar à imbecilidade do humano. Mas um dos algozes de Luiz Carlos Ruas disse que não se considerava uma pessoa má, que era do "bem". Os assassinos Alípio Rogério Belo dos Santos e Ricardo Martins do Nascimento talvez pertençam a esta omissão do eu que marca nosso mundo líquido. Agridem travestis espancam um trabalhador até a morte mas... não se consideram maus ou dignos de punição. Há muitas questões envolvidas. Voltamos à banalidade do Mal que a grande Hannah Arendt descreveu. Se a vítima fosse a travesti e não um vendedor casado haveria a mesma comoção? Estamos perdendo todo a noção de responsabilidade diante dos atos? Estamos decidindo quem são as pessoas que merecem luto e as que não merecem? Será que racistas, homofóbicos, transfóbicos, espancadores de mulheres e outros quejandos se consideram pessoas de bem? Será que aquele cometa do filme Melancolia estaria muito longe?"

terça-feira, 27 de dezembro de 2016

Dom Paulo Evaristo Arns - Um verdadeiro pastor entre as carniças da alcateia.

É, parece que as pessoas de bem estão fazendo a passagem e os cultuadores do mal querem proliferar.

É, parece que os verdadeiros pastores vão para o cosmos e os falsos pastores ficam por aqui esbravejando mentiras e enganações nos canais de televisão.

Este 2016 foi realmente um ano muito ruim, salvo para os ladrões que ocupam as cadeiras do Congresso Nacional, as assembleias estaduais, as câmaras municipais e as prefeituras por esse Brasil afora. 

Para aumentar nossa pobreza o universo chama para si Dom Paulo Evaristo Arns, um verdadeiro pastor entre as carniças da alcateia.

No Brasil, sua atuação pastoral foi voltada aos habitantes da periferia, aos trabalhadores, à formação de comunidades eclesiais de base (CEB) nos bairros, principalmente os mais pobres, e à defesa e promoção dos direitos da pessoa humana. Foi bispo e arcebispo de São Paulo entre os anos 1960 e 1970. Destacou-se por sua luta política contra as torturas praticadas pela ditadura, para que documentos não fossem eliminados, e também a favor do voto, no movimento Diretas Já. 

Sua atuação contra a repressão da ditadura ganhou destaque já em 1969, quando passou a defender seminaristas dominicanos presos por ajudarem militantes opositores. Três anos depois, como presidente da Regional Sul-1 da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), após um encontro com todos os bispos do estado de São Paulo em Brodósqui, liderou a publicação de “Testemunho de paz”, documento com fortes críticas ao regime que ganhou ampla repercussão.

Em março de 1973, presidiu a “Celebração da Esperança”, em memória de Alexandre Vannucchi Leme, estudante universitário morto pela ditadura. No ano seguinte, acompanhado de familiares de presos políticos, apresentou ao general Golbery do Couto e Silva um dossiê sobre os casos de 22 desaparecidos. Em outubro de 1975, celebrou na Catedral da Sé o histórico culto ecumênico em honra de Vladimir Herzog, jornalista morto pelo regime. Em 1978, apoiou o Movimento contra o Custo de Vida, que protestava contra a carestia.

- Esse cara era muito louco ou muito, muito corajoso.

Entre 1979 e 1985, coordenou com o pastor Jaime Wright, de forma clandestina, o Projeto Brasil: Nunca Mais. O trabalho foi realizado em sigilo e o resultado foi a cópia de mais de um milhão de páginas de processos do Superior Tribunal Militar (STM). Entre outros episódios de sua trajetória, destacam-se sua atuação contra a invasão da PUC comandada pelo então secretário de Segurança, coronel Erasmo Dias, em 1977; e o planejamento da operação para entregar ao presidente dos Estados Unidos, Jimmy Carter, uma lista com os nomes de desaparecidos políticos.
Em 1972, criou a Comissão Justiça e Paz de São Paulo. Incentivou a Pastoral da Moradia e a Pastoral Operária. Em 1985, o cardeal criou a Pastoral da Infância, com o apoio da irmã Zilda Arns, que morreu no terremoto de 2010 no Haiti, onde realizava trabalhos humanitários.
- Evaristo Arns e Zilda Arns, como é possível dois seres transcendentais nasceram na mesma família?

Ao lado de outro louco, corajosos e santo Dom Elder Câmara 
Ao lado de outro louco, corajoso e professor revolucionário Paulo Freire
  
Ao lado da outra louca sua irmã, corajosa, amorosa, filantropa a médica Zilda Arns.

Todos loucos.
Só loucos ou sonhadores lutam por reforma agrária.

terça-feira, 20 de dezembro de 2016

Feliz Natal! E uma salva de palmas para o capitalismo!

'Invisíveis até na morte': a luta de um morador de rua para evitar que sua mulher fosse enterrada como indigente.

"Eu cuidava dela, a gente ia se cuidando". Todo dia penso na Ana Paula, não é fácil perder o amor da gente", lamenta o cearense Cláudio Oliveira, de 48 anos, em meio a garrafas velhas e uma barraca de camping numa praça de Fortaleza.

 - Para não se deu ao trabalho em olhar, tal barraca, tal casal, tal praça, tal MORTE fica no Bairro de Fátima entre a avenida Luciano Carneiro e a rua Mário Mamede; tem-se de um lado o Quartel do Exército Brasileiro - Como é mesmo o slogan do Exército? Ah, " BRAÇO FORTE, MÃO AMIGA"! E mesmo na frente da praça tem um órgão do Todo Poderoso Poder Judiciário. Ah, e bem perto também está uma escola muito conhecida chamada Governador Adauto Bezerra. Eu os conhecia e conversei muitas vezes com os dois. H.G.L.)


Leia a reportagem completa em: 

http://www.bbc.com/portuguese/brasil-38095909?SThisFB

segunda-feira, 19 de dezembro de 2016

Feliz Natal!

Feliz MATAL.
Oh, desculpem-me feliz MORTAL,
Oh, desculpem-me feliz BOSTAL,
Oh, desculpem-me feliz MERDAL,
Oh, desculpem-me feliz CAGAL,
Oh, desculpem-me feliz CAPITALISMO!
Felizes os convidados para a ceia do senhor! 

terça-feira, 29 de novembro de 2016

Sou um professor partido.

Sobre Educação, educadores e ideologia Gramsci afirma:

...Do ponto de vista dos oprimidos, o embate ideológico contra a hegemonia burguesa se dá em todos os espaços em que esta se reproduz, como por exemplo, a escola. Temos então, uma luta de posição na escola, colocando a política, luta pelo poder, como o centro da ação pedagógica.
A educação, portanto, é um espaço social de disputa da hegemonia; é uma prática social construída a partir das relações sociais que vão sendo estabelecidas; é uma “contra-ideologia”. Nesta perspectiva, é importante situar a posição do educador na sociedade, contribuindo para manter a opressão ou se colocando em contraposição à ela. Se o educador é um trabalhador em educação, parece coerente que este seja aliado das lutas dos trabalhadores enquanto classe, visto que as suas conquistas sociais, aparentemente mais imediatas, também dependem de vitórias maiores no campo social. Nessa perspectiva, é coerente que a posição do educador seja em favor dos oprimidos, não por uma questão de caridade, mas de identidade de classe, já que a luta maior é a mesma. Qual é a função do educador como intelectual comprometido com a transformação social?...

domingo, 27 de novembro de 2016

Estou atrás de um homem

A Lanterna de Diógenes - Estou procurando um homem.

Diógenes de Sínope vagava pelas ruas de Atenas, na Grécia, com uma lanterna procurando a verdade ou um homem honesto. Diógenes era completamente desligado de bens materiais, vivendo como mendigo dentro de um barril. Dizia que assim era livre.
Diógenes era um anarquista. Quando Alexandre o Grande perguntou o que poderia fazer por ele, ouviu como resposta:

– Sai da frente que você está tapando o sol…

Com sua liberdade, Diógenes incomodava. Afinal, a vida em sociedade apoia-se na supressão das liberdades. Em nome do bem comum, leis e regras nos obrigam a renunciar a nossos desejos. Caso contrário seria o caos, não é?
Mas hoje em dia Diógenes não seria respeitado. Seria um pária, insuportável.

domingo, 13 de novembro de 2016

Vamos cheirar pó.

Solo...
  Fértil...

Solo da criação
Solo da fertilização
Solo da renovação

    Criação e grandeza
    Fertilização é natureza
    Renovação é pureza

Grandeza envolve a gente
Natureza apaixona a gente
Pureza enobrece a gente

      Solo fértil é o nosso coração
     Que agrega a emoção
     Que traduz os nossos valores

     De viver como irmão
Solo fértil é imaginação...

Autor: Maggel -
 Fonte: http://www.recantodasletras.com.br/poesias/

Aula? Isso é aula?

Imaginar já é algo medonho.
Mas, que tal também mostrar, cheirar e sentiir?

Saímos da sala quadrática. Fomos apreciar, tocar, cheirar e valorizar o que deve SER valorizado.

O dia foi 18 de outubro de 2016 d.C..
a aula era de pedologia.
A escola é o AB.

Aula?
 Aula não. Como todos sabem não dou aula; conto histórias e elas são patéticas.

És pó e pó voltarás a ser.

Matéria orgânica e inorgânica.
Matéria biótica e abiótica.
Um organismo vivo, belo e cheiroso.
Nos sustenta e nos alimenta.
Louvores ao Santo Solo.




sábado, 1 de outubro de 2016

Eleições municipais 2016 - O que será da cidade de Fortaleza?

Roberto Cláudio o prefeitinho marionete maquiou a cidade. Uma maquiagem muito mal feita por sinal. O asfalto continua " Sonrisal", as praças foram mal pintadas , a jardinagem é horrível e no lugar de plantar árvores o elemento fez foi derrubar. Fortaleza é uma cidade plana, não precisa de túneis; vão tudo encher d'água quando der uma neblina qualquer dia desses. As escolas de tempo integral são uma mentira, os laboratórios não tem professor, as bibliotecas não tem professor e os diretores foram nomeados leões de chácara para chicotear os professores.

Não há remédios nos postos de saúde e que na verdade só possuem uma fachada bonitinha, lá dentro nada presta. As bicicletinhas verdes  e cinzas do plano de saúde e do banco privados são uma boa ideia, só que não foi dele e sim da Luizianne. Os Cucas não foi ideia dele e o tal do IJF 2 é só um engodo, prometer isso dá voto pra caralho.

Mas deixemos o bonequinho de lado. Reflitamos um pouco sobre o "capitãozinho ameriquinha"; nunca concluiu um mandato, não dou notícia de nenhum projeto seu aprovado na Câmara de vereadores ou na Assembleia legislativa enquanto por lá esteve. Quer armar até as almas como se isso resolvesse o problema da segurança pública, é apadrinhado por Tasso o sanguessuga e como se não bastasse foi defensor do LADRÃO Eduardo Cunha e para lascar é fã de Bolsonaro.

Bem como todos sabem sou passional e bebo na fonte da História. Votarei neste primeiro turno 50 PARA PREFEITO E 50 PARA VEREADOR. Se a lora for para o segundo turno, votarei nela.  

quarta-feira, 7 de setembro de 2016

Brasil: Olimpíadas, Golpe Parlamentar, Dilma, Eduardo Cunha e FORA TEMER!

Senhores e senhoras saudações.

Estou satisfeito com a qualidade artística tanto da abertura quanto do encerramento das Olimpíadas do Brasil 2016. Sem exageros tecnológicos e valorizando o improviso e o simples o espetáculo foi de encher os olhos. Salvo claro, alguns situações para nossa reflexão; como por exemplo no momento do contato do colonizador com o nativo: foi romantizado e pareceu que a colonização foi na base da paz e do amor; e mesmo enaltecendo o meio ambiente, na hora de mostrar a transformação da floresta em campos de cultivo, também me pareceu romantizado e como se as trasformações não tivessem sido a base de massacres e expulsão das comunidades tradicionais. Observou-se também a forte influencia da rede Globo de televisão que levou para o palco um dos seus programas: nada a ver a Regina Cazé e seu "esquenta" e olhe que até eu gosto do programa. Falo ainda do senhora Gisele Bündchen que interpretou a garota de Ipanema, também não achei procedente, deveria ter sido a própria Helô Pinheiro a desfilar. Será que foi boicotada só porque é uma senhora de mais de 60 anos? Me recuso a acreditar.

Após este megaevento esportivo assistimos passivos e pacíficos  a retirada da senhora Dilma do seu cargo de Presidenta ELEITA por mais de 54 milhões de votos diretos. Se apropriando dos erros que o PT cometeu e fundamentados numa legislação duvidosa a elite mamadora, excludente e preconceituosa do Brasil passou por cima da constituição e colocou no cargo um senhor acusado de se beneficiar também dos roubos na Petrobrás. 60 senadores da República votaram pelo afastamento definitivo da presidenta; quase a totalidade desses seres são acusados dos mais diversos crimes; muitos são réus em vários processos no Supremo Tribunal Federal. Essas criaturas não tinham e não tem nenhuma Moral para julgar alguém.

Temos agora um governo biônico de centro-direita e que tem como prioridade nos próximos dois anos aplicar a política do Estado mínimo, retirar direitos históricos conquistados com muita luta pelos tralhadores, entregar definitivamente o que resta de reservas naturais para a iniciativa privada, acabar com o SUS, dificultar o acesso de pobres e minorias à universidades, amordaçar a prática docente dos professores impedindo-os de promover formação política dos estudantes e como se não bastasse tudo isso quer e esta conseguindo criminalizar movimentos sociais e impedir manifestações.

A quadrilha do senhor Michel Temer está criando um Estado militaresco e fascista no Brasil.

Gostaria também de elogiar a postura íntegra, firme e inabalável da senhora Dilma Vana Rousseff diante deste atual senado sujo e fétido. Cabeça erguida, argumentos concretos e sabendo que a História a manterá no panteão dos grandes estadistas.

E correndo por fora o ladrão Eduardo Cunha está fazendo de tudo para livrar-se da cassação. Ninguém o encontrou para entregar-lhe a intimação e está contando ainda com a falta de quórum no dia da votação, uma vez que será numa segunda-feira e a grande maioria dos deputados federais ladrões e vagabundos, seus amiguinhos nem aparecem no Congresso para trabalhar.

E, viva o Brasil independente! 

sexta-feira, 5 de agosto de 2016

História+Saúde+Fraude+Garra+Atentado+Alegria+Estupro+Esforço+Dinheiro+Corrupção+Morte = OLIMPÍADAS.

As Olimpíadas originaram-se por volta do século VIII a.C., no contexto da antiga Hélade, isto é, o conjunto das cidades-estado da Grécia Clássica. A realização dos jogos ocorria na cidade de Olímpia – por isso o nome “Olimpíadas” –, para onde os cidadãos das outras cidades peregrinavam a fim de participarem das competições. O primeiro atleta a vencer uma prova em Olímpia teria sido Corobeu, em 776 a.C. – a prova era de corrida.

E hoje, o que são os Jogos Olímpicos?

É um verdadeiro " Espetáculo" nas mais variadas concepções desta expressão. Não há quem duvide da simbologia dos jogos: - representa o grande encontro da humanidade; o congraçamento dos povos, um desfile de saúde, aqui vestida em corpos que exalam organicidade e perfeição; representa o esforço individual e coletivo de homens e mulheres, de todas as cores e de todas as crenças; ricos e pobres, mas todos belos.

As provas, as competições, as disputas, os hinos, a emoção aflorando à pele são semióticas que nos envolvem e nos enchem os sentidos.

No entanto:

Tudo que o capitalismo toca, apodrece. Tudo que o Capitalismo coopta, se contamina e se destrói. As Olimpíadas guardam sim ainda, os contexto descritos acima, no entanto são também um grande e imenso balcão de negócios onde tudo é vendido, inclusive mentiras: em busca da fama e do " Espetáculo" atletas usam drogas para ficarem mais fortes e o fazem sozinhos, incentivados por treinadores ou ainda patrocinados e acobertados pelo Estado, como aconteceu com grande parte da delegação Russa neste ano de 2016.

E como também se trata de um evento com forte teor Geopolítico, infelizmente o terrorismo, fruto das desigualdades e da insanidade humana sempre é uma ameaça.  

É bem verdade que as cidades-sede passam por grandes transformações e que vão beneficiar os citadinos pós evento, é o chamado " legado".

No entanto:

Nem todas as cidades se planejam com afinco e sabem aproveitar bem as grandes obras de infraestrutura. Corre-se o risco de transformarem-se em grandes elefantes brancos e cidades fantasmas, como ocorreu na própria Grécia por ocasião dos jogos em 2004. 

E em se tratando de Brasil, notadamente um dos países mais corruptos do mundo tem-se ainda para lascar os roubos que são feitos durante a execução das obras. Podem ter certeza senhores e senhoras que o assalto aos cofres públicos foi tão grande quando ao que aconteceu nas obras para a Copa do Mundo de 2014.

O Brasil não tinha condições nenhuma para sediar pelos menos neste tempo, esses mega eventos. O que teve de dono de empreiteira e políticos ladrões (são a maioria) que encheram os bolsos com o roubo às verbas destinados não está escrito. E não está mesmo, uma vez que tudo é feito nos escritórios das coberturas e nos gabinetes oficiais das "autoridades".

Ah, e a Tocha Olímpica, o fogo olímpico é bonito não é? Eu acho.

No entanto:

No Brasil ela ajudou o exército brasileiro a matar uma onça pintada na Amazônia, foi carregada por políticos ladrões, representantes de grandes empresas de mídia e mais um bando de pseudocelebridades. Desportistas mesmo, foram poucos. Mesmo com essa imundice a imagem continua interessante. 

É bem verdade que depois de 26 anos um determinado metrô é concluído. É bem verdade que o parque olímpico está muito bonito. É bem verdade que o Rio de Janeiro nunca esteve tão protegido. Mas também é bem verdade que o município e o Estado do Rio de Janeiro estão quebrados e todos esses bilhões gastos daria para pagar professores, médicos e policiais que estão com salários defasados e atrasados. Daria para salvar os hospitais, escolas e universidades caindo aos pedaços.

Como aconteceu nos Jogos Pan-Americanos, será feito um acordo com o crime organizado para "darem uma paradinha" no seu trabalho. Quase não haverá tiroteios podem observar e a nossa sempre competente imprensa só vai noticiar as boas notícias e mostrar um Brasil verde, amarelo e rosa.

Algumas informações adicionais:
- morreram 11 trabalhadores nas obras para as olimpíadas do Rio;
- uma ciclovia superfatura construída para ser um dos " legados"  desabou e matou duas pessoas;
- a baía da Guanabara e a Lagoa Rodrigo de Freitas não foram despoluídas conforme promessa e continuam grandes depósitos de lixo da população da "cidade maravilhosa";
- e para lascar, acho que inspirado na falta de justiça e no comportamento machista dos homens brasileiros um filho de Bolsonaro do Marrocos "atleta" de boxe estupra duas camareiras da Vila Olímpica.

Arre égua!

No entanto:

Como admirador da Arte estou ansioso para assistir a abertura oficial dos Jogos no Estádio do Maracanã. Espero que seja uma peça artisticamente perfeita e que o Brasil seja mostrado em sua plenitude sem exageros. Sou fã de aberturas. Espero que não seja um vexame e uma vergonha como foi a abertura da Copa do Mundo. Vou torceu pelos atletas aguerridos de todos os povos, inclusive os brasileiros. Rogo a Cristo para tudo aconteça em paz.


sexta-feira, 22 de julho de 2016

O que é o "Estado Islâmico"?

Terráqueos, primeiro de tudo esse grupo de monstros não forma um " Estado"; pois para o sê-lo teria que possuir um caráter soberano para governar um povo dentro de uma área territorial delimitada e ainda desempenhar funções políticas, sociais e econômicas. E também jamais poderiam usar o termo Islâmico uma que no Alcorão o livro sagrado da crença prega fundamentos como respeito e adoração a um único Deus, ser generoso para com os pobres e dar esmolas e ainda obedecer ao jejum religioso. Ser falar que quem segue verdadeiramente o Islã não deve tomar bebidas alcoólicas, usar drogas e manter relações sexuais fora do casamento.

No bem verdade os fanáticos religiosos existem em todas as crenças, salvo talvez os Budistas; nunca ouvi falar de budista surtado e assassino. 

Se observarmos a História da Humanidade com interesse em compreender percebe-se que no ápice das tensões entre os diferentes grupos humanos sempre surgem aqueles com uma visão distorcida da realidade e começam a pregar, patrocinar e executar ações de segregação e destruição em massa, caso não sigam seus preceitos tortuosos.

E, se observarmos ainda os vários grupos classificados como terroristas que atualmente no mundo, suas origens sempre, eu digo sempre ligadas a tensões e conflitos econômicos, religiosas e étnico-raciais. Só para lembrar listo aqui alguns deles com as principais características: 

1. Jabhat al-Nusra - Faz política na base da bala.
 

Foi criado em janeiro de 2012 durante a Guerra Civil na Síria e se consolidou como uma das organizações mais agressivas e eficazes no país. Quer derrubar o governo de Bashar al-Assad e criar um estado Pan-Islâmico sob as leis da Charia (código moral baseado no fundamentalismo islâmico). Coordena atentados suicidas e execuções em massa.

2. Talibã - Especializados em extermínio de civis.
Responsável por 80% das mortes de civis no Afeganistão desde 2012. Fatura alto com drogas (principalmente ópio), tráfico humano e extorsões. E ainda recebe doações de organizações estrangeiras que apoiam sua causa - a instauração da Charia no Afeganistão. Possui um contingente estimado de 60 mil homens

3. Al Qaeda - Ainda Forte
 
Fundada na década de 1980, "A Base" (tradução livre de seu nome) continua poderosa mesmo sem Osama Bin Laden. Seu objetivo é reforçar regimes islâmicos radicais através de atentados suicidas e uma rede global de grupos de combate. Há uma recompensa de US$ 25 milhões por seu atual líder, Ayman al-Zawahiri


4. ISIS (atual IS) - A mais rica e violenta.
 
É a sigla em inglês para o objetivo do grupo: a criação de um "Estado Islâmico no Iraque e na Síria" (embora eles também tenham interesse em territórios próximos). Antes parte da Al Qaeda, é a organização terrorista mais rica do mundo atualmente: sua grana vem do mercado de petróleo, contrabando de armas e roubo a banco.


5. Lashkar-e-Tayyiba - Mata e salva
 
Fundado nos anos 90, o "Exército do Bem" (tradução do nome) surgiu no Paquistão, mas quer introduzir o Estado Islâmico na Índia e no sul da Ásia. Seus conflitos na fronteira entre esses países já matam centenas de civis, mas o GRUPO - tem a política hipócrita de auxiliar ONGs, construindo hospitais e escolas

6. Boko Haram
 
Movimento "islâmico" que quer instaurar a Charia na Nigéria. Ficou "famoso" no ano passado por sequestrar 223 garotas - a maioria não foi encontrada até hoje. Também cometeu um atentado a bomba contra o quartel-general da ONU na capital do país. Estima-se que já matou mais de 5 mil pessoas entre 2009 e 2014

7. Farc - Nosso vizinho 


As Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia existem desde os anos 60. São guerrilheiros anti-imperialistas que querem implementar o socialismo no país. Especializados em atentados e sequestros, também financiam seus ataques com a produção e venda de entorpecentes em larga escala. É o único GRUPO - dessa lista com razoável adesão de mulheres.

Um pouco mais de explicação: - O que é a Charia?


Leis islâmicas regulam até o rala e rola
Objetivo comum a muitos grupos aqui listados, a Charia é um conjunto de leis extraídas principalmente do Alcorão, o livro sagrado do islamismo. Elas regulam até mesmo setores não ligados à religião, como economia, política e atividades privadas, como o sexo e a higiene pessoal. A interpretação da Charia pode variar em diferentes subgrupos e culturas do Islã. É com base nessas diretrizes, por exemplo, que o apedrejamento é uma punição legítima em países como o Sudão e o Irã.

Senhores e senhoras a continuar a exploração do homem sobre o homem, a imposição de leis e costumes à revelia, o desrespeito às individualidades e endeusamento do dinheiro não haverá nenhum futuro para a humanidade que não seja o seu auto extermínio.
P.S.
AS SALAM ALAIKUM, para nós.